A melhor TV para games, qual comprar?

Um bom console tem que ter uma boa TV para que toda o seu desempenho (e grana, muita grana investida) chegue a valer a pena. Já se foi a época em que  somente um vídeo game moderno nos dava a liberdade para bater no peito e dizer, eu tenho um console f*$#, (quer dizer, você ainda pode fazer isso, então nada mudou!?!?) você até tem um console legal mais se for utiliza-lo em uma TV da época da vovó pode esquecer, a qualidade vai ser parecida com a de um 32 bits. Hoje em dia os consoles apresentam vários recursos que priorizam a qualidade de imagem, conexões DVI, HDMI e Vídeo Composto. Então o que fazer? se você ainda tem a TV que herdou do tempo que passava férias com a vovó e quer ligar um video game atual nela ( acho isso completamente impensável) pode esquecer, está na hora de trocar sua caixa de louco.

Bem, quando chega a hora de mudarmos a nossa TV, nós gamers com certeza temos essa dúvida: LCD, LED, Plasma ou mesmo uma CRT? Porém antes de entrarmos nos detalhes da tecnologia por trás de cada tipo de tela, é necessária uma prévia análise das plataformas de jogos atuais que podem fazer uso delas.

Playstation 3 – Capaz de executar jogos até em 1080p, porém em sua grande maioria os jogos rodam em 720p. Alguns belos exemplos de exceções aos 720p são God of War 3 e Grand Turismo 5. Nesse console os jogos são enviados para a TV de acordo com sua resolução máxima, desde que essa não ultrapasse a configuração do sistema. Explicando melhor: Se você configurar seu Playstation 3 em 720p e rodar Virtua Tennis 3, mesmo se sua TV tiver suporte a FullHD a resolução entregue à TV será 720p.

Além de jogos em alta resolução, também há o suporte para a tecnologia 3D estereoscópica (posteriormente estarei postando uma matéria sobre a tecnologia 3D para jogos, aguardem), este apenas em 720p (o próprio Gran Turismo 5, rodando em 3D cai para 720p, ao contrário do que a Sony prometeu pouco antes de seu lançamento. Ela foi desmentida por Simon Benson, Senior Developer da empresa).

Xbox 360 – Outro que tem jogos em altíssima definição. Como seu concorrente direto nessa geração, o 360 entrega até 1080i via vídeo componente, e até 1080p com áudio via HDMI. A diferença fica por conta do 3D. Houve até um ensaio frustrado desta tecnologia no console, em uma parceria com a LG. Um modelo de TV LED de 55” receberia o suporte para rodar os jogos do console X em 3D. Até agora não deu para conferir nada, já que essa pareceria sairia do papel em junho do ano passado. Aqui um fato chama atenção: a Microsoft disse que não seria precisa nenhuma atualização de firmware para que seu console rodasse jogos 3D. Somado ao ponto de

somente esse modelo de TV ser compatível com esse recurso 3D, diferentemente do “negão da Sony”, presume-se que o 3D seria simulado, porém otimizado para entender melhor as imagens do X360 e decodificá-las. Isso é estranho porque, em teoria, o hardware do Xbox 360 poderia rodar conteúdo 3D sem problemas, talvez até melhor do que o do Playstation 3, em teoria, faço questão de repetir.

Wii – Esse querido console dos nintendistas ficou de fora na luta da alta definição.  A resolução máxima fica em 480p com o uso de um cabo componente, que já melhora um pouco a imagem em comparação ao vídeo composto. Existem até alguns aparelhos que fazem o upscaling de vídeo e são compatíveis com o Wii, porém seu preço pode até passar o do próprio console, tornando essa solução no mínimo custosa demais.

PC – Tratando-se de vídeo, é a mais polivalente entre as plataformas de jogos atuais. Geralmente um bom PC preparado pra jogos oferece uma vasta gama de conexões de vídeo, podendo fazer uso das conexões digitais DVI e HDMI e também das analógicas, com adaptadores que geralmente vem com as próprias placas gráficas. Um dos pontos interessantes dessa plataforma é a possibilidade de se utilizar múltiplos monitores com resoluções personalizadas, obtidas através de tecnologias de processamento híbrido entre duas ou mais placas. Por se tratar de uma plataforma mais personalizável, pode atingir configurações acima da clássica FullHD (1920×1080), sendo limitado apenas pela configuração de seu periférico de saída de vídeo.

Agora que revisamos os consoles, podemos começar falar das tecnologias de fabricação atuais de TV.

CRT ou tubo de raios catódicos

 

O bom e velho tubão. Ao contrário do que parece, o CRT é uma boa plataforma para jogos, que inclusive tinha produtos de alta definição, como a TV Samsung WS-32Z409T, que chegava a 1080i. O problema foi a popularização e consequente queda de preço das TVs de perfil fino, muito mais práticas e atrativas esteticamente.

O CRT trabalha com sinais analógicos enviados aos pixels, pequenos pontos luminosos fabricados em células de fósforo, que são atingidos por um canhão de elétrons, popularmente conhecido como fly-back, que varia a intensidade da emissão de elétrons dando diferentes colorações a esses pixels, baseado nas três cores primárias (azul, verde e vermelho). Existe ainda a informação de varredura de sincronismo vertical e horizontal, que regula a localização onde o canhão de elétrons irá efetuar a variação de intensidade da descarga, para assim gerar as imagens.

O processo acima é puramente eletrônico, mas por causa disso a taxa de atualização dos monitores CRT tem de ser alta, de preferência acima de 75Hz. Isso se dá porque as células de fósforo se apagam muito rapidamente, então deve-se trabalhar com uma freqüência de varredura alta para que os pixels não se apaguem Porém algo que poderia ser ruim, torna-se excelente para jogos, já que  por causa dessa característica esse tipo de monitor tem quase nenhuma retenção de imagem.

Não vou enumerar vantagens ou desvantagens dessa tecnologia, pois já é bem conhecida por nós. Porém só quis citá-la para mostrar que ela não é tão ruim assim em comparação às TVs de tela mais fina no que toca a sua qualidade de imagem.

O LCD ou TV de cristal líquido

O que a tecnologia LCD faz é a manipulação de luz. Ele pode modificar o ângulo de passagem, liberar totalmente ou bloquear qualquer passagem de luz. Porém estamos esquecendo e uma coisa importante: O LCD não emite luz. Para tal, ele precisa de uma fonte de luz,  que podem vir das extremidades das telas (geralmente lâmpadas CCFL – Cold Cathode Fluorescent Lamp). Aí também entram as TVs LED, que ao contrário do que é falado no mercado, a TV é LCD, porém retroiluminada por leds, que precisam de pouco espaço por terem lâmpadas bem menores e também com uma cor mais branca, que valoriza a cor natural da imagem sem alterá-la, além de ter um consumo de energia muito reduzido.

Como principal vantagem temos seu grande nível de definição estática de imagens, pois o corte da luz pela polarização do cristal líquido tem a capacidade de separar limites de cores com bastante eficiência. Ainda temos, devido à iluminação acessória à tela, a vantagem do baixo consumo de energia, ainda mais nos modelos LCD retroiluminados por LED, pois como não há variação na corrente para alterar cores, o consumo é constante (variando pouco apenas pela configuração da iluminação da tela).

O grande problema do LCD, até hoje, é seu tempo de resposta. Por mais que se fale em atualização rápida em 2ms (antes tinhas absurdos 12 a 15ms), essa tecnologia está muito atrás das CRTs e Plasmas, com cerca de 0,001ms para atualização. Esse atraso de atualização gera um fenômeno chamado “ghosting”, ou seja, eu ações rápidas, podemos ver como se fosse um “fantasma” da imagem como rastro por onde ela se mexeu. Quanto maior a freqüência de trabalho da TV, a tendência é que se tenha menos esse problema.

Outra desvantagem da retroiluminação é seu nível de preto. Como existe sempre uma fonte de luz ligada atrás ou nas extremidades da tela, o seu brilho e contraste ficam comprometidos em imagens mais escuras.

Vantagens

  • Os pixels, por não serem estimulados por uma fonte externa de luz, podem ser bem menores do que na tecnologia de plasma, fazendo assim que tenhamos monitores de tamanhos pequenos em alta resolução (como monitores 22” FullHD, por exemplo).
  • A tecnologia empregada é mais barata do que a do plasma.
  • É encontrado no mercado com facilidade e em um bom número de modelos
  • Tem um consumo baixo comparado com as antigas TVs CRTs e as novas plasma, ainda mais quando utiliza a retroiluminação por LED.
  • Não tem problema de “flicker”, por ter sua tela não ter iluminação própria.

Desvantagens

  • Contraste menor, pois o LCD tem uma iluminação acessória. Para gerar uma imagem em preto, a luz é bloqueada, mas a tela continua iluminada, o que prejudica muito a tecnologia em cenas escuras, por exemplo.
  • Seu ângulo de visão é limitado, pois os polarizadores bloqueiam a emissão da luz em determinadas direções para fazer a imagem. Nisso as TVs LCD já melhoraram muito, mas ainda estão muito longe das CRTs e plasmas.
  • A taxa de atualização da tela é muito baixa, pois seu tempo de atualização é alto ainda comparado com as outras tecnologias. Isso é um outro aspecto que melhorou muito ultimamente, mas também está muito aquém da capacidade das outras tecnologias aqui citadas.
  • Podemos ver em algumas telas que existem manchas de iluminação, tornando partes delas mais brilhosas do que outras, devido a iluminação externa ao painel.
  • As fontes de imagens de resolução mais baixas do que a resolução nativa do LCD ficam horríveis, pois sua interpolação nessa tecnologia é sofrível. Assista um DVD ou um vídeo em baixa resolução e você vai achar que a imagem é pior do que um “tubão”.

LED

 

Na verdade as TVs de LED, ao contrário do que é falado no mercado,é LCD, porém retroiluminada por leds em vez de lâmpadas CCFL. Os LEDs precisam de pouco espaço por terem lâmpadas bem menores e também com uma cor mais branca, o que valoriza a cor natural da imagem sem alterá-la, além de ter um consumo de energia muito reduzido.

Uma TV realmente baseada em LEDs deveria ser muito grande, pois não existem LEDs tão pequenos para ocuparem apenas o espaço de um pixel de tela. Não confundam com a tecnologia OLED, a qual não comentarei por não estar em nosso mercado e estar longe de ser popular.

Plasma

Por fim, temos a tecnologia plasma. Estranhamente cada vez menos citada e cogitada, essa tecnologia de longe apresenta cores mais vivas e contraste dinâmico mais bem definido que as TVs LCD e CRT. Por não ter nenhum tipo de iluminação acessória, a fidelidade as cores é bem próxima a realidade.

O tempo de resposta da tecnologia plasma é absurdamente baixo em comparação as suas concorrentes (perto de mil vezes mais rápido), porém essa tecnologia só pode ser empregada em telas grandes devido ao tamanho reduzido das células de fósforo. Também como não trabalha com alteração de ângulo na luz (polarização) como o LCD, tem um ângulo de exibição aos 180º com praticamente a mesma qualidade de quem assiste bem de frente a tela, em um ângulo de 90º.

As primeiras versões das telas de plasma tinham alguns problemas, sendo talvez o mais a mais famosa o temido efeito “burn-in”. Esse fenômeno era causado pela falta de variação da cor e intensidade de luz em determidas partes da tela, como geralmente acontece em transmissões de eventos esportivos (aquele placar dizendo o resultado), em games e quando utilizado como monitor de um computador (a barra de tarefas do Windows, por exemplo). Essas células “queimavam”, perdendo a capacidade de mostrar uma cor diferente daquela em que mostravam no último instante antes da “queima”. Atualmente as TVs de plasma foram aprimoradas e hoje esse efeito é mínimo, causado principalmente se a TV fica ligada por várias horas consecutivas com a mesma imagem (quando digo várias horas, falo mais de 24h). Porém não podemos confundir a retenção temporária de imagens, que é uma ocorrência comum no Plasma, onde fica uma espécie de sombra no local que foi exibida uma determinada imagem estática por um tempo. Esse efeito só é visível quando se ver uma imagem escura no local e também desaparece assim que os pixels da área são novamente estimulados.

Outra desvantagem da tecnologia era a perda de qualidade das cores com o tempo, que faziam que telas com 5 anos de idade tivessem sua capacidade de representar as cores prejudicada, a ponto de misturá-las e perder seu brilho. Hoje em dia temos telas com duração teórica de 100 mil horas, que podem durar na pratica quase uns bons 10 anos sem perder qualidade.

O alto consumo energético do plasma é outra desvantagem. Quando a tela de plasma exibe imagens mais claras e próximas ao branco, todos os subpixels que produzem cada cor primária das células de fósforo estão ativos, e isso gera um consumo de pico da TV, que pode passar facilmente dos 600W em telas de 60”.
Vamos ao resumo das vantagens e desvantagens de cada tecnologia?

Fonte: gamer  / Lock Gamer

About these ads

Sobre Rommel
...

23 Responses to A melhor TV para games, qual comprar?

  1. Phill Redfield disse:

    Cara primeiramente parabéns por toda explicação!!! Eu tenho um 360 e só sei como é a Alta definição(caboHDMI) pela tela de LCD da minha mãe kk q é muito boa por sinal(LCD FULL HD Panasonic 42″) e queria pegar uma tela p mim mas n sabia qual seria melhor tecnologia p o game LCD, LED ou plasma mas pelo q falou suponho q seja a Plasma.
    Tava virando a net de cabeça p baixo p achar tudo o q vc falou!! vlw mesmo!!!

    Não sei se vai postar algo do tipo mas ainda nesse assunto, atualmente qual marca de TV Plasma seria mais indicada nos quisitos nitidez, cor e tempo de resposta para games??

    Abraço!

    • waffenrommel disse:

      Agradeço pela visita Phill. Se tiverem maiores dúvidas sobre o assunto nós podemos trazer mais informações sim, basta que peçam, estamos aqui para isso.

      Obrigado mais uma vez e contamos com a sua ajuda pra divulga o lock gamer através das redes sociais e twitter, curta nossas matérias e siga-nos no twitter.

      Abraço!

  2. Legend. disse:

    Parabéns pelo post! É bem explicativo e aborda em detalhes, os questionamentos mais comuns de quem procura uma boa tv pra games!! Muito bom!

  3. tharles disse:

    não explicou nada.vc le le le le… e em nenhum momento responde qual tv é a melhor para games

    • waffenrommel disse:

      Amigo, o post ressalta as vantagens e desvantagens dos produtos, cabe a você escolher qual produto atende melhor a sua necessidade. Obrigado pela visita.

      • Édson disse:

        Sim, a tão aguardada resposta do modelo marca e tempo de resposta que é bom a gente não achou. Obrigado mesmo assim pelo esforço, mas não foi suficiente pra mim.

  4. Bruno disse:

    Uma tv(LW5700) led 3d de 720hz com 2,6ms de resposta é boa pra jogo?
    Os 2,6ms evitariam o efeito “ghosting”?
    Abraço.

  5. Bruno disse:

    Obrigado amigo. Então já me decidi pela parceira do meu 360. 47lw5700 da LG. Eu estava vendo as de plasma. Elas são mais baratas em termo, pois as full hd estão na mesma faixa de preço das de led. A mais de 6 meses procuro por um post decente sobre tvs e games. Finalmente pude tirar minhas dúvidas com as suas dicas. Abraço

  6. JOGADOR disse:

    Então o esquema pra jogar no 360 é plasma ? sim ou não ????

  7. Magnum disse:

    Só para ficar mais definido as de plasma são melhores certo?

    gostei do seu post se quiser até divulgo um banner seu no blog q criei a pouco tempo …mais responde ai valeu

    • waffenrommel disse:

      Amigo, o plasma hoje está praticamente fora do mercado, o que veio no seu lugar é o new plasma que vem fazendo um bom trabalho. O post procura apenas mostrar os pontos positivos e negativos de cada tecnologia e o plasma apresenta muitas vantagens, seria uma das melhores opções para o X360 porém, tudo depende do custo x benefício. Abraço.

  8. augusto borba filho disse:

    Achei foda a tua explicação. Parabéns! Acho que vou de LED mesmo…

  9. diogo disse:

    as melhores e mais caras respostas q encontrei.valeu!!!

  10. carlos disse:

    Vale ressaltar que se for a nova plasma, tem que ser Full Hd, pois tem plama da Samsumg no mercado, se não me engano de 42 polegadas que não é ful hd !!!

  11. Denis disse:

    poxa amigao!! tira uma duvida minha por favor!! eu estava jogando meu ps3 numa TV de plama panasonic antigassa, e a resposta aos comandos do game era muito rapida!! acabei de comprar uma LG LED LCD e estou achando uma porcaria a resposta dela, muito lerda mesmo!!! sera que e alguma configuracao na TV? ou é o plasma que é muito melhor mesmo? muito obrigado

    • waffenrommel disse:

      Amigo, você deve observar o tempo de resposta de cada aparelho porém, isso diferencia apenas em relação aos possíveis fantasmas que possam aparecer, aqueles rastros, a rapidez na resposta dos comandos normalmente é por conta do Console.

      • denis disse:

        Nao e por causa do console amigao! pq se fosse eu nem notaria diferenca! eu acabei de trocar a tv novamente e notei uma brusca diferenca!a plasma esta bem mais rapida! foda cara! comprei essa tv pra jogar meu game e nao serviu de nada!

  12. Márcio Bastos disse:

    Muito bom sua esplanação. Estou prestes a comprar um “x-box 360″ e também queria comprar a melhor TV para jogos. Sempre leio muito antes de comprar um produto tecnológico e esse artigo alucidou bem o assunto. Minha decisão foi pela TV de Plasma e fiz a pesquisa de preços e ví que está super acessível se compararmos as populares LCD/LED. Na minha pesquisa decidí por esta “TV 42″ Plasma LG 42PT250″, não é Full HD, porém, se colocarmos na balança tudo que foi dito aqui e o custo benefício, essa é a melhor opção. PREÇO? 1.399,00 (EXTRA/Ponto Frio) e se tiver sorte, quem sabe num passa nessas lojas e o gerente da um gritão….hj, TV 42″ Plasma LG, EU DISSE 42” sai por apenas 1.099,00. Vlw galera, espero ter ajudado também!

  13. larissa disse:

    essa aqui seria ideal para a minha casa! Ela é demais http://www.kuantokusta.com.br/3/49189/Sony-KDL-55EX725?kk_s=kk1ps, só tenh uma dúvida, coooompraaar ou nããão comprar!

  14. edmar disse:

    sou prorpietario de uma lan house onde utilizo xbox 360…
    irei comprar as tvs agora sem mais desdenhas gostaria de saber qual a melhor para esse tipo de console e o pq?? aguardo resposta .. e mail edmarmiau@hotmail.com vlws abrass

    • Amigo, bem vindo ao Lock Gamer. Como comentamos na matéria, a decisão fica por sua conta nós apenas levantamos os pontos positivos e negativos de cada modelo, tudo depende do que você busca, qualidade ou preço baixo, com a era dos televisores LEDs o LCD está mais em conta mas o LED é a última palavra do mercado em televisores, uma opção de qualidade contanto que possua especificações top. Abraço.

  15. valcir nunes disse:

    se fosse vc ,qual escolheria? para jogar play4?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.745 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: