[Review]: FIFA 13, “nem tudo é reciclagem”

Mesmo com data de lançamento oficial marcada apenas para o dia 04 de outubro no Brasil a versão digital via Origin já está disponível no país e nós já testamos. FIFA 13 chega com números impressionantes: Mais de 1 milhão e 900 mil downloads da demo e quase 900 mil pré-vendas realizadas. A nova versão do FIFA virá com os menus totalmente em português do Brasil e com narração e comentários de Tiago Leifert e Caio Ribeiro, da Globo.

 

A Jogabilidade:

A primeira diferença que se sente jogando FIFA 13 é o tão falado “first touch control” que, simplificando, é o domínio de bola que se tornou bem mais real e também um pouco mais difícil. Quando receber a bola com mais força ou no alto, você facilmente irá notar a necessidade de ter mais calma para sair jogando se não quiser perder a bola facilmente. O ponto positivo é que o jogador de certa forma agora tem mais “habilidade” para jogadas rápidas e de primeira, estes movimentos ficaram mais bem feitos e menos mecânicos.

 Outra novidade é o “attacking intelligence”, que faz com que os jogadores consigam acompanhar melhor o raciocínio da jogada e se apresentem/posicionem em melhores condições para receber o passe. A parte defensiva também sofreu alterações, os zagueiros parecem mais duros no FIFA 13, se tornando mais efetivos contra jogadas individuais.

Último ponto de destaque sobre as alterações na jogabilidade é a velocidade do jogo, que está um pouco acelerada em relação ao FIFA 12. Na nova edição a bola parece rolar mais macia pelos gramados, fazendo com que o jogo se desenvolva melhor.

Gráficos e interfaces:

Os gráficos estão melhores do que os apresentados no FIFA 12, mas nada que chame muita atenção. Eles apenas estão mais limpos e com contornos melhores. A torcida, que antes pareciam feitas de papelão, tiveram uma pequena melhora. Outra novidade são reservas fazendo aquecimento nas laterais do campo com os tradicionais coletes sobre o agasalho. Os menus do FIFA 13 seguem os padrões do FIFA 12, com uma ou outra nova opção, mas nada foge do que vimos no ano passado.

O que achamos?

O novo FIFA teve poucas mudanças em relação à versão anterior, fazendo até com que chamassem por ai de FIFA 12,5. Mas apesar das mudanças não terem sido muitas e tão radicais, consideramos que todas foram positivas e fizeram com que o FIFA melhorasse o que já era bom.

E você, jogou o demo, garantiu a pré-reserva? Conte-nos o que achou. Aproveite e me adicionem no Origin para umas partidas. (Origin: Ducceschi)


Versão testada: PC 

Disponível para: PC, MAC, PS2, PS3, PSVita, PSP, X360, Wii, WiiU, 3DS,  e iOs

Gênero de jogo: Futebol

Data de lançamento: 25/09/2012

Produtora / Publisher: EA Sports

 Faixa de preçoPC – R$ 59,90 (Origin). X360 e PS3 – R$ 170,00. PS2 – R$ 99,90.

Requisitos Mínimos de Sistema
SO: Windows Vista SP1 / Windows 7
CPU: 1.8 GHz Core 2 Duo
RAM: 2GB de RAM para o Windows Vista e Windows 7
Unidade de Disco: DVD-ROM de Velocidade 8x
Disco Rígido: 8.0 GB, com espaço adicional necessário para os jogos salvos e instalação do DirectX 9.0c
Vídeo: Placa de vídeo com aceleração 3D de 256 MB, com suporte ao Pixel Shader 3.0
Requisitos Mínimos de Placa de Vídeo: ATI Radeon HD 3600, NVIDIA GeForce 6800GT
Placa de Som: Compatível com o DirectX® 9.0c
DirectX: 9.0c
Periféricos: Teclado, Mouse, gamepad Dual Analogue, Headset de VOIP
Multiplayer Online: 2 a 22 jogadores, 512 kbits/seg ou superior
Multiplayer no mesmo sistema: 2 a 5 jogadores em 1 PC

Requisitos Recomendados de Sistema
SO: Windows Vista SP1 / Windows 7
CPU: Intel Core 2 Quad Q6600 2.4g / AMD Athlon II X4 600e 2.2g
RAM: 2GB de RAM para o Windows Vista e Windows 7
Unidade de Disco: DVD-ROM de Velocidade 8x
Disco Rígido: 8.0 GB, com espaço adicional necessário para os jogos salvos e instalação do DirectX 9.0c
Vídeo: Nvidia 8800 GT / ATI Radeon HD 4650
Placa de Som: Compatível com o DirectX® 9.0c
DirectX: 9.0c
Periféricos: Teclado, Mouse, gamepad Dual Analogue, Headset de VOIP
Multiplayer Online: 2 a 22 jogadores, 512 kbits/seg ou superior
Multiplayer no mesmo sistema: 2 a 5 jogadores em 1 PC

Por: Giuliano Ducceschi / Lock Gamer

4 comentários sobre “[Review]: FIFA 13, “nem tudo é reciclagem”

  1. Pessoal, tenho uma dúvida…ontem comprei meu fifa 13 para xbox e quando vi a galera jogar em outros lugares percebi uma diferença que me chamou atenção.
    O jogo é sensasonal mas acho que pouca gente percebeu isso por ser muito novo. Os jogadores jogam com chuteiras diferentes das que os mesmo usam na abertura.

    Percebam que existem várias chuteiras que não estão disponível no modo edit do fifa 13, ou seja as chuteiras mais conhecidas como as do Neymar e Cristiano Ronaldo (mercurial, ctr e etc) não estão disponíveis no modo…logo não vejo em nenhum jogador de outras equipes…o mesmo acontece com algumas da Adidas e outras marcas.

    Posso estar enganado pois já vi no ps3 a galera jogar com as mesmas chuteiras que citei, mas não encontrei nada no fifa13 que está comigo para habilitá-las.
    Alguem pode me dizer algo sobre isso, ao menos uma explicação…será que é algo exclusivo ou só abro o restante na live?

    Obrigado

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s