APUs, GPUs e consoles garantem lucro a AMD

Radeon R9 290XDesde muito tempo nós ouvimos falar sobre os prejuízos que a AMD acumula ano após ano, frente a bilhões e lucro estão outros bilhões de prejuízo e os números tem fechado no vermelho, o que em parte foi culpa dos altos investimentos sem retorno e um encolhimento na participação de mercado com séries de processadores pouco “felizes” após os revolucionários Athlon 64. De lá para cá a empresa resolveu mudar a filosofia e apostar em outras áreas, a compra da fabricante de “placas de vídeo” ATI foi um dos passos nesse sentido e algo que tem dado ótimos resultados com as APUs que tem salvado a pátria na AMD e as placas de vídeo que tem uma participação no mercado muito maior se comparado aos processadores frente as concorrentes, mas nem tudo isso tinha sido suficiente para dar lucro, pelo menos até agora.

Até 2013 a empresa continuava acumulando perdas devido a uma série de fatores, entre eles a própria compra da ATI que consumiu dinheiro em caixa para a aquisição e outros bilhões em desenvolvimento que acabaram finalmente dando resultados positivos para a AMD que até o segundo trimestre de 2013 ainda acumulava prejuízo. Os números divulgados nessa semana mostram uma recuperação histórica após anos amargando quedas, a AMD fechou o quarto trimestre de 2013 com um lucro líquido de US$ 89 milhões, o que não é suficiente para garantir uma lucro para o ano todo que fechou com um prejuízo de 83 milhões de dólares mas representa uma virada frente ao ano de 2012 que terminou com 1,18 bilhões de déficit.

Os negócios da AMD seguem o mesmo caminho das empresas de hardware que tem queda nas vendas de PCs, o grupo de soluções de computação sofreu uma queda de receita anual de 22% com arrecadação de US$ 3,1 bilhões em 2013 contra US$ 4 bilhões em 2012. O que garantiu o crescimento foi o grupo de soluções gráficas e visuais da AMD que teve uma receita de US$ 2,2 bilhões contra US$ 1,4 bilhões, o grupo é responsável pelas GPUs AMD Radeon para desktops e notebooks além dos chips que equipam Xbox One, PlayStation 4 e Wii U, mostrando que a decisão de olhar para outros mercados e a fusão com a ATI foi acertada.

A mudança de rumos da AMD é um claro sinal do encolhimento do mercado de PCs e a migração para outras soluções, a incrível dança de números que é preciso para entender como as grandes empresas se mantém mesmo com prejuízo é complicada pois até gigantes como a Sony também acumulam prejuízos na casa de milhões de dólares e ainda se mantém no topo, basta saber se a AMD continuará na crescente com o impulso dos consoles e terá fôlego para reagir a enorme superioridade da Intel no mercado de processadores.

Por: Lock Gamer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s