[Review] ASUS GTX 670 DirectCU II Top, “Fria e assassina!”

TELA review GTX 670 ASUSA Nvidia anunciou suas placas de vídeo para desktop começando pelos modelos de alto desempenho com sua GTX 680 (que infelizmente não tivemos o prazer de testar), que veio para desbancar a HD 7970 do trono de single-gpu mais rápida do mundo com todos os seus atributos e as novas tecnologias da arquitetura Kepler de última geração mas tão alto quanto seu desempenho é seu preço, então, pensando nos consumidores que tem apenas um “porquinho” de moedas e não uma “vaca holandesa com notas de euro” a Nvidia lançou a GTX 670 que de tão boa acaba parecendo um “tiro no pé” da própria empresa, já que o seu desempenho é muito próximo ao da “irmã mais velha” GTX 680 por um preço obrigatoriamente menor. As empresas parceiras da Nvidia também apresentaram suas versões “tunadas” (ou não) da GTX 670 com clocks modificados e sistemas de refrigeração diferenciados e nós testamos um deles que é fabricado pela ASUS, a GTX 670 DirectCU II Top.

ASUS GTX 670 ft02

Porque DirectCU II Top ?

Provavelmente a primeira coisa que pensamos quando vamos comprar uma placa de vídeo (depois do preço) é sobre qual a diferença entre os modelos, qual é o melhor, mais silencioso, mais bonito, maior, menor, enfim, quais as principais diferenças, pois o que não faltam são modelos de GTX 670 no mercado. Muitos conhecem a ASUS pela fabricação de placas mãe mas não sabem que ela na verdade também oferece produtos como notebooks, netbooks, tablets, teclados, mouses e… placas de vídeo, tanto da AMD quanto da Nvidia, e essas placas  são equipadas com tecnologias que são normalmente voltadas ao mercado de alto desempenho como ASUS Mars e as DirectCU II Top. Segundo a ASUS os modelos de placas de vídeo que utilizam o sistema DirectCU II Top oferecem melhor refrigeração, maior durabilidade e estabilidade, economia de energia superior e uma ótima ferramenta de overclock além de já vir de fábrica com um clock um pouco superior ao modelo referência.

ASUS GTX 670 specials

“Vem cá, te conheço de algum lugar”

A surpresa ao abrir as embalagens só não foi maior porque já sabíamos mais ou menos o que íamos encontrar, já conhecemos o sistema DirectCU II Top da ASUS a pelo menos uma geração pois um de nossos PCs de teste possui uma HD 6950 DirectCU II Top que já testamos exaustivamente nas mais diversas situações e temperaturas possíveis, o que nos deu uma boa base para saber o que mudou da geração anterior para a atual que foi basicamente quase nada, o sistema de coolers continua visualmente igual e as tecnologias também estão lá mas sabemos que evoluíram.

our PC test

Mais bela, mais “fria” e mais potente !?

A diferença mais facilmente perceptível da GTX 670 DirectCU II Top para as demais GTX 670 é logicamente o seu visual arrojado com as faixas vermelhas cortando a “carcaça” resistente e muito bem acabada, o que a diferencia da nossa HD 6950 DirectCU II Top da geração anterior é o heat-pipe, uns “caninhos” de alumínio que saem para fora da placa e ajudam a melhorar a refrigeração dissipando o calor, o modelo é sem dúvida um dos mais belos entre as opções do mercado. O sistema de refrigeração da ASUS também é um dos pontos fortes da GTX 670 DirectCU II Top, ele é silencioso e realmente muito eficiente, manteve a GPU a uma temperatura abaixo da média mesmo em situações onde exigimos muito esforço, tudo isso fechada dentro de um gabinete.

ASUS GTX 670 ft06Nós não testamos a GTX 670 modelo de referência da Nvidia como fizemos com GTX 650 Ti e GTX 660 Ti, por isso consultamos alguns reviews externos para poder ter uma noção da diferença de desempenho entre o modelo padrão da Nvidia e o da ASUS que testamos, e os números nos surpreenderam. Nos testes  o modelo da ASUS que apresenta um clock de GPU superior ao da GTX 680 está sempre acima dos modelos de referência da GTX 670, GTX 680 e da HD 7970, o que é ideal para quem quer um modelo diferenciado, com ótima refrigeração e maior desempenho sem ter que utilizar as ferramentas de overclock, mas se você é um entusiasta basta imaginar as possibilidades.

Ainda uma GTX 670

A GTX 670 da ASUS causa tanto impacto visual que fica até difícil lembrar que por baixo de todo esse trabalho de arte existe um chip Kepler GTX 670 que oferece um ótimo desempenho nos games, ele sozinho já é capaz de apresentar uma performance que muitas vezes supera o das concorrentes com ajuda das tecnologias de última geração da Nvidia como o Adaptive Vsync que desliga o Vsync quando necessário para obter o máximo de performance, o Physx, o GPU boost que aumenta dinamicamente o desempenho, 3D Vision Surround para jogos 3D, suporte a SLI e Direct X 11, tudo isso na interface pci-express 3.0. Além de tudo a GTX 670 comum apresenta um desempenho muito próximo a GTX 680 e HD 7970, os dois modelos top de linha single-gpu do mercado normalmente custando menos, com o trabalho da ASUS o que era bom, ficou ainda melhor.

ASUS GTX 670 Nvidia specs

Onde a GTX 670 “se encaixa”?

Nvidia e AMD possuem diferentes nomenclaturas e nomeações para suas GPUs que ajudam a identificar e posiciona-las no mercado e facilitando na hora da compra onde é importante avaliar o desempenho, qualidade, durabilidade e eficiência do produto. Normalmente de acordo com o seu desempenho de forma crescente, a GTX 670 “comum” se encaixa nessa classificação logo acima da GTX 660 Ti (que já testamos) e abaixo da GTX 680 sendo esta última a que possui o maior desempenho entre as GPUs de apenas um núcleo da Nvidia.

ASUS GTX 670 ft03

Especificações técnicas

Specs GTX 670 ASUS

Como testamos?

Nós preferimos deixar os benchmarks com programas específicos e comparativos de desempenho para nossos colegas, aqui o assunto principal é o desempenho nos games. Utilizamos o FRAPS para medir o FPS (Frames por segundo) sempre em situação real, realizamos os testes enquanto jogamos e as temperaturas são medidas pelo GPU monitor, as médias obtidas são somadas e depois divididas pela quantidade de testes realizados.

Com o que testamos?

Configuração utilizada:

Placa mãe ASUS M5A99 FX – PRO R2.0(review)

Processador AMD FX 8150 3.2 Ghz “stock” (review)

Memória – 8 GB DDR3 1600 Mhz “stock”

HD Segate 500 GB 7200 RPM

Fonte Seventeam 550 PAM (550W)

Monitor LG 21,5” (1920×1080, 5ms resposta)

Windows 7 64 (Service Pack 1)

Conexão – DVI Resoluções – 1920×1080, 1600×900 e 1280×800

Entenda os números (FPS)

Optamos por realizar os testes utilizando alguns dos jogos mais “pesados” do mercado para que você tenha uma visão geral do desempenho, utilizamos sempre a configuração mais alta de que o jogo dispõe e com todos os recursos ativados. Entendemos que a média mínima de FPS aceitável para que a experiência de jogo não seja prejudicada é de 25 FPS, abaixo disso se torna praticamente impossível jogar, mas você deve prestar muita atenção antes de julgar o desempenho do produto testado, pois mesmo quando ele não é capaz de obter uma média acima de 25 FPS não significa que o desempenho foi ruim pois as placas de baixo custo, por exemplo, nem sempre são desenvolvidas para rodar os jogos em altas resoluções ou com detalhes no máximo e sacrificam um pouco do desempenho em favor do baixo custo.

Avalie o desempenho

Sempre que analisar um review leve em consideração o foco de produto, se ele é ou não voltado a obter o máximo de desempenho ou se a intenção é equilibrar desempenho e custo. A compra de um hardware deve ser medida pelo conjunto custo x benefício, se a placa de vídeo ou processador em teste não é capaz de executar algum dos jogos testados “no máximo” pode ser possível uma melhora de desempenho desativando algum filtro ou diminuindo a resolução se o seu objetivo é obter um produto mais em conta, mas se está em busca do melhor ele deve ser capaz de executar os jogos com todos os filtros a uma média sempre acima do recomendado. Note que quanto mais desempenho um produto oferece mais caro ele será.

Crysis 2

GTX 670 Direct CU II Benchmark - Crysis 2

GTA IV

GTX 670 Direct CU II Benchmark - GTA IV

Batman Arkham City

GTX 670 Direct CU II Benchmark - Batman Arkham City

Battlefield 3

GTX 670 Direct CU II Benchmark - Battlefield 3

Dirt Shwodown

GTX 670 Direct CU II Benchmark - Dirt Showdown

METRO 2033

GTX 670 Direct CU II Benchmark - METRO 2033


FIFA 12

GTX 670 Direct CU II Benchmark - FIFA 12

O que nós achamos, vale a pena comprar?

A GTX 670 DirectCU II Top é a última placa de vídeo que testamos da atual geração e é sem dúvida a que possui mais atributos, seu sistema de refrigeração é simplesmente incrível, um dos melhores do mercado, ele é realmente capaz de ajudar (e muito) a diminuir a temperatura interna do seu gabinete gerando menos calor e sem gerar aquele ruído ensurdecedor, pois ela é muito silenciosa. A ASUS leva toda sua experiência na fabricação de placas mãe também para suas placas de vídeo com componentes de alta qualidade gerando maior vida útil e estabilidade no sistema, o que é uma boa notícia para quem pretende ficar com ela por muito tempo e estas tecnologias exclusivas da ASUS são um grande diferencial na hora da compra, além disso, reviews e testes externos apontam para um desempenho superior do modelo da ASUS em relação ao modelo padrão de referência da Nvidia e até mesmo frente a GTX 680.

Uma das poucas coisas que desapontam na GTX 670 DirectCU II Top é que ela é um modelo difícil de encontrar no Brasil e quando isso acontece ela está sempre a um preço salgado, o que acaba compensando, mas se estiver com o orçamento apertado isso pode dificultar.

Se você procura uma placa de vídeo capaz de executar todos os jogos com os filtros ativados no máximo a GTX 670 é uma ótima escolha e a um bom preço sem necessitar de uma fonte de alimentação de custo alto, mas se além disso você quiser um produto com uma sistema de refrigeração superior e próprio para overclock, com durabilidade, diferenciada  e com um desempenho “extra” a GTX 670 DirectCU II Top vai se encaixar perfeitamente, e é sem dúvida a melhor placa de vídeo que já testamos e com a máxima certeza nós a recomendamos, mas fique sempre de olho no preço.

Qualificação GOLD:

Produto recomendado:

Pontos positivos:

– Aumento dinâmico de desempenho.

– Baixa temperatura de operação.

– Componentes mais resistentes.

– Silenciosa.

– Capacidade de overclock.

– Suporte a múltiplos monitores.

– Desempenho próximo GTX 680 e HD 7970.

Pontos negativos:

– Preço elevado.

– A memória não pode ser overclockada.

Deixe a sua opinião

Queremos realizar testes que sejam uteis a maioria dos gamers, sejam eles hardcore ou apenas jogadores casuais, por isso precisamos da sua participação para fazer um review que contenha exatamente o que você quer saber sobre o hardware para facilitar na hora da compra ou nas comparações. Deixe sua sugestão, o que você gostaria que aparecesse em nossos testes?

Próximo review: AMD APU A10.

Por: Lock Gamer

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s