AMD, Nvidia e Intel tem queda nas vendas de placas de vídeo

Vários segmentos do mercado estão enfrentando duras perdas devido a crise econômica e alguns outros fatores e os hardwares sofrem junto com o PC que ainda enfrenta consoles e a expansão de tablets e outras plataformas. Algumas fabricantes sofrem menos e outras sofrem mais, mas todas elas tiveram quedas nas vendas.

De acordo com um relatório divulgado pela JPR (Jon Peddie Research) as GPUs tiveram uma queda de 11% nas vendas no último trimestre, o que vai de encontro com o crescimento do setor tecnológico. A AMD puxa a fila para baixo com uma queda de 26% seguida de Nvidia com 16% e Intel registrando 7.4% de queda nas vendas.

Clique na imagem para ampliar

Os números são ainda piores em uma projeção a longo prazo com as vendas anuais de GPU caindo 18,8% enquanto as placas de vídeo para desktop somam 21,7%. O menor prejuízo é nas dGPUs para notebooks que representam 16,9% nas vendas anuais.

Uma das maiores culpadas seriam as GPUs incorporadas e IGPS que equipam APUs AMD e Processadores Intel, o que estaria inibindo as vendas de GPUs dedicadas.

Desde o último trimestre de 2014 as vendas de GPUs vem sofrendo uma queda que tem se acentuado cada vez mais chegando aos índices mais baixos desde 2007 quando o mercado enfrentou um ano ruim mas ainda superior a trimestres desastrosos como o final de 2008 e início de 2009.

O ciclo deve melhorar com a chegada de novos produtos ao mercado como as placas de vídeo Nvidia Maxwell e AMD Fiji com HBM além dos vídeos integrados Íris Pro nos processadores Intel Skylake e os AMD Zen com HBM.

Assim como ocorreu nos últimos anos, um período de baixa nas vendas representa um momento onde se aguarda novas tecnologias, o que se segue com um aumento nas vendas.

E você, qual lançamento está aguardando?

Por: Lock Gamer / Info: JPR

Anúncios

2 comentários sobre “AMD, Nvidia e Intel tem queda nas vendas de placas de vídeo

  1. A questão de preço depende muito do país. Eu diria que com o segmento de apps gráficos melhores voltados aos portáteis, como smartphones e tablets em alta, o interesse pelo segmento gráfico voltado a laptops e PCs seguem em declínio.
    Eu sempre serei um fã assumido por telas grandes e altíssimas resoluções, mas a mobilidade tornam a difusão deste segmento ainda menos atrativa, mesmo que com qualidades superiores.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s