AMD, Nvidia e Intel tem queda nas vendas de placas de vídeo

Vários segmentos do mercado estão enfrentando duras perdas devido a crise econômica e alguns outros fatores e os hardwares sofrem junto com o PC que ainda enfrenta consoles e a expansão de tablets e outras plataformas. Algumas fabricantes sofrem menos e outras sofrem mais, mas todas elas tiveram quedas nas vendas.

De acordo com um relatório divulgado pela JPR (Jon Peddie Research) as GPUs tiveram uma queda de 11% nas vendas no último trimestre, o que vai de encontro com o crescimento do setor tecnológico. A AMD puxa a fila para baixo com uma queda de 26% seguida de Nvidia com 16% e Intel registrando 7.4% de queda nas vendas.

Clique na imagem para ampliar

Os números são ainda piores em uma projeção a longo prazo com as vendas anuais de GPU caindo 18,8% enquanto as placas de vídeo para desktop somam 21,7%. O menor prejuízo é nas dGPUs para notebooks que representam 16,9% nas vendas anuais.

Uma das maiores culpadas seriam as GPUs incorporadas e IGPS que equipam APUs AMD e Processadores Intel, o que estaria inibindo as vendas de GPUs dedicadas.

Desde o último trimestre de 2014 as vendas de GPUs vem sofrendo uma queda que tem se acentuado cada vez mais chegando aos índices mais baixos desde 2007 quando o mercado enfrentou um ano ruim mas ainda superior a trimestres desastrosos como o final de 2008 e início de 2009.

O ciclo deve melhorar com a chegada de novos produtos ao mercado como as placas de vídeo Nvidia Maxwell e AMD Fiji com HBM além dos vídeos integrados Íris Pro nos processadores Intel Skylake e os AMD Zen com HBM.

Assim como ocorreu nos últimos anos, um período de baixa nas vendas representa um momento onde se aguarda novas tecnologias, o que se segue com um aumento nas vendas.

E você, qual lançamento está aguardando?

Por: Lock Gamer / Info: JPR

2 comentários sobre “AMD, Nvidia e Intel tem queda nas vendas de placas de vídeo

  1. A questão de preço depende muito do país. Eu diria que com o segmento de apps gráficos melhores voltados aos portáteis, como smartphones e tablets em alta, o interesse pelo segmento gráfico voltado a laptops e PCs seguem em declínio.
    Eu sempre serei um fã assumido por telas grandes e altíssimas resoluções, mas a mobilidade tornam a difusão deste segmento ainda menos atrativa, mesmo que com qualidades superiores.

    Curtir

Deixe uma resposta para Willian Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s