Facebook bloqueia método de distribuição de malware

A rede social Facebook bloqueou um método poderoso de distribuição de malware recentemente, o vírus que circulou rapidamente pela rede social em apenas 48h infectou mais de 10 mil usuários da rede social, sendo 37% das vítimas brasileiros.

04111104738074

O vírus se aproveitava de uma brecha de segurança nas notificações do Facebook e criava uma fictícia no qual o usuário  era marcado por um amigo que já tinha sido atingido pelo vírus e ao clicar na mesma, o internauta era redirecionado a uma pagina em branco, na qual era baixado automaticamente um arquivo malicioso que em alguns casos se auto executava e infectava o dispositivo do usuário com trojans, rootkits e outras ameaças a segurança na web, após isso o mesmo atuava como uma piramide, utilizando a conta infectada para disseminar a ameaça e atingir novas vitimas.

04111024316073

E os Smartphones?

Os ataques foram feitos em sua maioria via navegadores populares como o Google Chrome, Mozilla e outros que utilizam a API do Chrome como base, Usuários do Android e do Ios ficaram seguros, porém o Windows 10 Mobile também correu risco.

Como identificar que o navegador está infectado?

Abra seu navegador e na guia de extensões procure por “thnudoaitawxjvuGB”, sem aspas.

Como encontrar pastas infectadas?

A ameaça é capaz de modificar pastas infectadas e renomea-las para “Mozila”. Para identificar pastas corrompidas faça o seguinte procedimento:

  • Abra o Menu Iniciar e execute o comando iniciar (ou aperte Win+R);
  • Em seguida, abra o diretório %AppData%\Mozila e procure pelos arquivos e pastas “ekl.au3” e “autoit.exe”.

Caso os arquivos mencionados forem encontrados, o seu computador está infectado.

A Ameaça já se foi?

Em nota o Google informou que removeu a extensão maliciosa da Web Store e o Facebook informou que removeu a falha de segurança responsável pela distribuição do Malware.

Recomenda-se que o usuário que suspeita ter sido atingido faça uma varredura no sistema com um antivírus atualizado e mantenha o sistema operacional com os update mais recentes, é claro que quem não foi atingido também deve tormar as devidas medidas de segurança evitando clicar em qualquer link ou notificação suspeita a fim de evitar uma nova “Epidemia” como a ocorrida.

Por: Lock Gamer | Info: Tecmundo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s