Vulkan com até 66% mais FPS em AMD

A API Vulkan que vai suceder a OpenGL será a responsável por fazer frente a API DirectX 12, uma alternativa para servir como “base” para os jogos AAA de última geração e um dos primeiros títulos a utilizar a API foi o novo Doom. Lançado ainda com suporte apenas a OpenGL (em versões diferentes para placas AMD e Nvidia) o jogo recebeu esta semana o suporte a API Vulkan conforme noticiamos aqui, e os ganhos principalmente em placas do lado vermelho foram notáveis conforme os testes confirmam.

Doom em testes de Vulkan e OpenGL AMD e Nvidia.jpg

O site alemão Computer Base realizou testes nas placas AMD e Nvidia em OpenGL e Vulkan com o resultados que mostram até 66% de ganho na API Vulkan, a Fury X saiu dos 96,7 FPS para impressionantes 160,4 FPS em Vulkan na resolução Full HD (1920X1080). As placas da Nvidia tiveram um ganho discreto com a GTX 980 Ti subindo 7%, a GTX 1070 3% e a GTX 970 sem qualquer melhoria.

Doom em testes de Vulkan e OpenGL AMD e Nvidia 1440p.jpg

Em 1440p (2560X1440) também houve um ganho de até 52%, novamente com a Fury X seguido de 40% na Radeon RX 480 e 38% na R9 390. As placas da Nvidia ficaram com 1% de ganho da GTX 970, sem ganho da GTX 980 Ti (dentro da margem de erro) e 3% na GTX 1070.

Doom em testes de Vulkan e OpenGL AMD e Nvidia 4K Por último, em 4K a Fury X teve 11% de ganho contra 1% de GTX 980 Ti e GTX 1070.  É importante notar que estamos falando em placas que, embora de alto custo no Brasil, estão em uma faixa de preço acessível lá fora, principalmente GTX 970 e RX 480.

Confira os ganhos de performance de cada placa nas três resoluções:

1920 × 1080 2.560 × 1.440 3.840 × 2.160
AMD Radeon R9 390 48% 38%
AMD Radeon RX 480 46% 40%
AMD Radeon R9 Fúria X 66% 52% 11%
Nvidia GeForce GTX 970 0% -1%
Nvidia GeForce GTX 980 Ti 4% 0% 1%
Nvidia GeForce GTX 1070 7% 3% 1%

“Riqueza para os pobres”

Apesar do comparativo com placas que custam mais de R$ 1.000 por aqui, o ganho poderá ser sentido por quem é menos afortunado. Conforme o próprio Adrenaline revelou em seu testes com a R7 360, a API Vulkan trouxe importantes ganhos em resoluções menores e configurações de baixo custo que é onde realmente “falta” FPS.

Radeon_R7_360

Infelizmente o próprio preço de Doom, pra lá da casa dos R$ 200, não ajuda muito e em muitos casos é quase 50% do valor de uma GPU de entrada. O que fica de positivo é perceber que temos uma API capaz de fazer frente a DirectX 12.

ASync em Nvidia ainda não saiu

A computação assíncrona que teve papel essencial no ganho de desempenho das placas AMD ainda não está disponível em placas Nvidia que terão suporte, algo prometido a poucos meses pela fabricante que ainda está em débito com seus usuários.

design GTX 1080, GTX 980, GTX 780, GTX 780 Ti, GTX 980 TiAbaixo um vídeo que explica de forma simples e objetiva como funciona a computação assíncrona:

Em breve vamos apresentar nossos próprios testes com a API Vulkan na RX 480 e GTX 980 Ti.

E vocês, já testaram Vulkan no seu PC? Compartilhe seus resultados.

Por: Lock Gamer / Info: Computer Base

Anúncios

Um comentário sobre “Vulkan com até 66% mais FPS em AMD

  1. Enfim a computação assíncrona ganha popularidade. Há bons games como The Rise of Tomb Raider, Mirror Edge: Catalyst e outros que já fazem uso dessa ferramenta. A AMD por ter esse suporte inerente ao hardware e operando em baixo nível consegue trabalhar muito bem com ela, aproveitando o máximo de potencial da GPU. A Nvidia ainda tem um desafio em integrar essa tecnologia nas suas GPUs, sendo que menciona-se a ela a emulação de código para fazer uso da tecnologia.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s