O que você não entendeu sobre os reviews da GTX 1060

O lançamentos finalmente começam a chegar a um patamar de preço mais próximo da realidade da maioria dos gamers. A Nvidia começou a “brincadeira” com as top GTX 1080 e GTX 1070, a AMD preferiu começar na camada logo abaixo com a RX 480, agora o lado verde traz sua resposta para o mainstream com a sua GTX 1060 que ainda não desembarcou no Brasil, por isso vamos entender melhor os reviews divulgados lá fora.

Pascal para todos

Pascal_recursos-16nm-gtx 1080A GTX 1060 compartilha a arquitetura Pascal das poderosas GTX 1070 e GTX 1080 mas em uma outra variante, a GP 106 com os mesmos 16nm que “encolheu” em relação aos 28nm das Maxwell GTX 900 trazendo consigo algumas melhorias em desempenho e tecnologias como Ansel, Fast Sync, Simultaneous Multi Projection e HDR além de ganhos em VR.

Desempenho de GTX 980

Evoluções entre gerações trazem normalmente uma queda no degrau de desempenho com uma GTX 770 superando uma GTX 680, por exemplo, mas na geração Pascal a Nvidia conseguiu um salto sensacional onde uma GTX 1080 supera uma GTX 980 Ti (com folga) ao invés de apenas ficar “um pouco acima” em performance. De quebra ainda levou a Titan X que era a cereja do bolo na geração passada, isso para uma GTX 1080 que ainda deve ter modelos acima.

NVIDIA-GeForce-GTX-1060_GTX-980-Performance.jpgCom a GTX 1060 ocorreu o mesmo, ao invés de superar a GTX 970 (acima de da GTX 960 que ela substitui) ela foi além e passou a perna na GTX 980. Na resolução 1080p a GTX 1060 bate o desempenho praticamente em cima da GTX 980 conforme o review da Techpowerup, confira:

 

Consumo de “pilhas alcalinas”

Se tem uma área onde é preciso tirar o chapéu para a Nvidia a pelo menos 2 gerações, essa área é a eficiência energética que já quase escrevemos com sopa de letrinhas de tanto ouvir falar. A GTX 1060 pode até ter um “empate técnico” na performance de uma GTX 980 mas ela entrega uma taxa de FPS quase idêntica consumindo muito menos. A GTX 980 possui um TDP de 165W, exige dois conectores PCI de 6 pinos enquanto a GTX 1060 exige apenas um e tem um TDP de 120W.

Uma diminuição de 45W no TDP mas que reflete em uma evolução ainda maior já que a GTX 1060 mantém seu consumo mesmo em uso extremo em jogos ou benchmarks enquanto a GTX 980 extrapola até os 190W de pico dobrando o ganho de economia de energia da Pascal em relação a Maxwell.

Te cuida GTX 980 Ti

Lembra do seu amigo se gabando da GTX 980 Ti alcançando clocks “estratosféricos”? Então agora você vai poder esfregar os 2 GHz da GTX 1060 em overclock na cada dele, isso com o modelos de “referência” e os chips “abençoados”. O que era novidade na GTX 1080 e GTX 1070 chega as massas, mesmo os modelos mais “modestos” da série GTX 1000 possuem um potencial para overclock impressionante, capaz de levar o desempenho a níveis próximos a GTX 980 Ti, algo que se acentua ainda mais nos modelos custom.

 

RX 480 killer, “Nvidia wins”?

NVIDIA-GeForce-GTX-1060-Slide_Specifications-635x357

Dai que entra uma questão delicada. Sim e não, a Nvidia venceu a concorrência mas não concorreu de verdade. A GTX 1060 possui um desempenho superior a RX 480 mas a margem não é com tanta sobra quanto gostaríamos de acreditar, conforme mostra a análise da Digital Foundry:

Em jogos onde as placas Nvidia vão habitualmente bem a GTX 1060 se sai melhor, em cenários favoráveis a AMD (como Hitman e Ashes) a RX 480 vai bem, então, nós adoraríamos dizer que basta a Nvidia lançar uma placa de vídeo mais econômica, fria e com mais performance para vencer a AMD, mas a conta é mais complexa.

Custo por FPS

Você detesta fazer contas? Então más notícias, a disputa está tão apertada nessa faixa de preço que será preciso. Os reviewrs dividem o preço de mercado da placa de vídeo pela média de FPS nos jogos testados e com isso conseguem o “custo por frame”. Normalmente isso é uma das partes mais importantes a se apurar (tanto que estamos inserindo nos novos reviews).

Apesar da GTX 1060 bater a RX 480 nos games onde ela é cerca de 6% superior em 1080p ela custa US$ 299 na versão Founders Edition e US$ 249 nas versões custom das parceiras enquanto a RX 480 8GB de referência tem preço sugerido de US$ 229, cerca de 9% mais barata que a concorrente.

NVIDIA-GeForce-GTX-1060-Performance_DirectX-12-635x386

Então, podemos notar que a Nvidia oferece mais FPS, mas também cobra mais por isso, então fica difícil colocá-la como uma concorrente direta da RX 480, é como se a GTX 1060 viesse para substituir a GTX 980 e R9 390X enquanto a RX 480 substituísse R9 390 e GTX 970 e demais placas na mesma faixa de preço e desempenho.

1080p acima de 60 FPS é a meta

A GTX 960 tinha como foco principal oferecer bom desempenho em jogos de última geração na resolução Full HD (1920×1080) e a GTX 1060 não tem pretensão de subir o limite para 1440p, apenas aumentar a estabilidade do jogo oferecendo taxas de 60 FPS ou mais.

É uma jogada inteligente já que a maioria dos jogadores ainda estão nos 1080p e atingir uma taxa de quadro de 60 FPS estável vai proporcionar uma melhor experiência de jogos.

Modelos custom “express delivery”

asus-gtx1060-custom-lançamento-fotosTalvez com uma carta na manga a AMD resolveu deixar os modelos custom da RX 480 para mais tarde e nós ficamos só nas imagens vazadas e números. A Nvidia já entrou com tudo e lançou modelos custom junto com a GTX 1060 Founders Edition, você pode conferir alguns dos modelos aqui.

Preço custom “utópico”?

GALAXY-GeForce-GTX-1060-FE.jpgO preço sugerido de US$ 249 para os modelos custom tem se tornado uma incógnita. Os parceiros até lançaram modelos da GTX 1060 que a superam, mas eles também custam quase o preço da Founders Edition que sai por US$ 299. Talvez os únicos modelos nessa faixa de preço (se é que cheguem a um valor tão baixo) sejam os “referência custom” que possuem especificações mas são feias de doer.

nvidia-geforce-gtx-960-4gbElas lembram os modelos de referência da GTX 660 Ti e GTX 960, estes últimos que sequer chegaram a ser vendidos. Porém, se você busca desempenho e não liga para o visual, pode ser uma escolha.

E o mais importante… LEDs

GTX 1060_led_aceso_lateral.jpg

Além de ter um design muito mas agradável que os de referência das linhas GTX X60 anteriores e um fan mais eficiente de metal ao invés do plástico a GTX 1060 tem o logo Geforce GTX com led personalizável, o que oferece um adicional bem legal para quem quer um projeto no seu PC ou simplesmente acha muito bacana o led (como este que vos escreve).

NVIDIA-GeForce-GTX-1060-Official_Side-Nude-635x457

No Brasil?

A Nvidia ainda não anunciou a data de lançamento nem os preços para a GTX 1060 no Brasil, o que deve ser revelado em breve.

E vocês,  o que acharam da GTX 1060?

Por: Lock Gamer / Info: Techpowerup e Digital Foundry

Anúncios

Um comentário sobre “O que você não entendeu sobre os reviews da GTX 1060

  1. “Nvidia bandida” :D lançando a GTX 1060 na surdina e sem alarde, só para jogar um balde de água fria na RX 480. E realmente funcionou. Vemos muitos portais e fóruns discutindo o lançamento desta VGA, tanto que a empolgação sobre a RX 480 esfriou. Ainda é cedo para dizer quem sairá vencedor neste duelo, até porque a AMD escolheu a GTX 970 com alvo, mas pode-se ver ameaçada em seus planos caso a GTX 1060 consiga levar um público consumidor tão abrangente como foram os consumidores da GTX 970 na geração Maxwell.
    Estou ansioso pela chegada desta VGA no país, mas adianto que, em games que consome VRAM em excesso a RX 480 torna-se muito mais interessante para comprar, por fornecer 2GB a mais, mesmo com menor rendimento em frames diante de sua rival.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s