AMD anucia o fim da API Mantle 1.0

bf4-mantle-AMD-APIO início da GDC 2015 nesta semana marca finalmente uma pequena revolução para os gamers em geral mas principalmente para os jogadores do PC, tudo graças as novas APIs DirectX 12 da Microsoft e GLnext (codinome Vulkan). Apesar da maioria de nós não entender muito bem como elas funcionam, as APIs serão a peça principal para que os gráficos cheguem finalmente a uma “nova geração” mais realista.

Em uma explicação para lá de grosseira, a API é via principal entre os motores dos jogos e o hardware dos consoles ou do PC. Hoje nossas vias não são tão eficientes com o OpenGL e o DirectX 11, então a AMD ofereceu uma alternativa, o Mantle que até o momento tem cumprido tudo aquilo que prometeu com as placas de vídeo AMD Radeon alcançando uma taxa de FPS superior nos jogos que suportam a API, tudo graças ao melhor gerenciamento que diminui o “gargalo” de CPU e permite que todo o potencial das GPUs seja aproveitado.

teste_directX_12_comparativo_AMD_Nvidia_GTX_980_R9_290X_GTX_750_R7_260X_ganho_CPUNossa dúvida desde que a Microsoft anunciou que DirectX 12 apresentaria funcionalidade semelhantes a Mantle nós nos perguntamos, até quando a API da AMD iria sobreviver? A resposta não demorou muito e a empresa começa a dar sinais de que Mantle como conhecemos chegou ao fim.

Em uma publicação em seu blog oficial a AMD aconselha os desenvolvedores interessados em Mantle 1.0 a concentrar seus esforços em DirectX 12 e Vulcan. A versão “aberta” da API na versão SDK que seria revelada este ano foi descartada.

Com as APIs concorrentes (que a AMD também apoia o desenvolvimento) oferecendo funções semelhantes a Mantle pode parecer uma decisão “derrotista” simplesmente desistir de sua iniciativa e por mais que possa parecer que é exatamente isso que a AMD está fazendo a realidade é outra, eles não vão “matar” Mantle, apenas aposentar a versão 1.0.

BF-Hardline-Key-Art-EAEnquanto DirectX 12 não se estabelece no mercado ainda veremos títulos utilizando a versão Mantle 1.0 como Battlefield: Hardline e outros títulos que utilizam a engine Frostbite mas a AMD vai anunciar uma mudança no foco de sua API.

Durante a GDC serão revelados os planos para transformar Mantle e qual o caminho que a AMD deve seguir, a API não vai desaparecer mas terá que se adaptar a nova realidade acrescentando novas funções que a mantenham algo relevante para a próxima geração Radeon R9 300 e as placas GCN anteriores.

Se há um ponto positivo na curta vida de Mantle 1.0 foi forçar as concorrentes a buscar uma forma de utilizar todo o potencial do hardware disponível com a Nvidia trabalhando melhor o DirectX 11, a Microsoft adiantando a lançamento da DirectX 12 e o anúncio da Vulcan. Esperamos que Mantle continue revolucionando e que não seja uma despedida mas uma evolução, afinal, quem comprou uma placa de vídeo ou APU AMD com a promessa de um desempenho extra não quer ficar a ver navios.

Por: Lock Gamer

Anúncios

Um comentário sobre “AMD anucia o fim da API Mantle 1.0

  1. Sabe de que eu mais tenho tido saudades desde que arrisquei usar,AMD é de ouvir aquela vinheta dizendo” Nvidiaaaa” e saber que debaixo do capo do meu pc tem uma, mais vou voltar a ouvir em breve,AMD esta estacionada no tempo ou pensando só em telemoveis.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s